CONHEÇA A HISTÓRIA DO BARAÚNAS - O MAIS QUERIDO DE MOSSORÓ

RELÓGIO

BLOGS DO PORTAL TERRAS POTIGUARES NEWS

Seguidores do link TRICOLOR DO OESTE

quinta-feira, 2 de julho de 2009

BARAÚNAS NA COPA DO BRASIL

PARTICIPAÇÃO DO BARAÚNAS NA COPA BRASIL

PRIMEIRA VEZ EM 2005

BARAÚNAS 2X1 AMÉRICA-MG
DATA 02/02/2004 - QUARTA
LOCAL: Nogueirão – Mossoró
GOLS Cícero Ramalho e Paulo Júnior
BARAÚNAS 1x2 AMÉRICA-MG
DATA: 16 de fevereiro
GOL: Tony.
NOS PENALTIS: BARAÚBAS 4X2 AMÉRICA
GOLS: Da Silva, Amarildo, Álvaro e Paulo Júnior .
BARAÚNAS 1X0 VITÓRIA-BA
DATA: 16/03/2005
Local: Mossoró
GOL: Avaro
Público: 5.440 – n/p: 1757
BARAÚNAS 2X1 VITÓRIA-BA
DATA 06/04/2005
LOCAL: Barradão - Salvador
GOLS: Toni e Álvaro
BARAÚNAS 2X2 VASCO-RJ
LOCAL: Mossoró
DATA 14/04/2005
GOLS: Cícero Ramalho e Álvaro
BARAÚNAS 3X0 VASCO-RJ
DATA: 20 de abril
LOCAL: São Januário – Rio de Janeiro
GOLS: Cícero Ramalho, Álvaro e Henrique
BARAÚNAS 3X7 CRUZEIRO
DATA: 11/05/2005
Local: Nogueirão
GOLS: Da Silva, Agnaldo e Henrique
BARAÚNAS 0X4 CRUZEIRO
DATA: 19 de maio
Local – Mineirão - Belo Horizonte

SEGUNDA VEZ EM 2007
BARAÚNAS X VITÓRIA
Em jogo histórico, realizado no dia 22 de fevereiro de 2007-quarta-feira. A Associação Cultural Esporte Clube Baraúnas passou pelo Vitória (BA) e segue na Copa do Brasil. A vaga tricolor foi conquistada nas cobranças de pênatis, quando brilhou a estrela do goleiro Dida Em pleno estádio Barradão, o Baraúnas mais uma vez calou a boca de muita gente, que o classifica de time “pequeno”. Com muita disciplina e garra, o tricolor mossoroense repetiu a dose de 2005 (Baraúnas 2 x 1 Vitória) e de novo desbancou os baianos. Porém, o TR mais querido mossoroense , mas perdeu a vaga, não por erro da diretoria, e sim da Federação Norte-grandense de Futebol que autorizar que um jogador do Leão, porém, esse atleta não estava regularizado perante a CBF
Os baianos tentavam resolver o jogo logo nos primeiros minutos, mas o sistema defensivo do Baraúnas resistia às investidas. O tricolor mossoroense explorava os contra-ataques com velocidade e também levava perigo ao gol defendido pelo goleiro Rafael Córdova.
Embora tivesse uma maior posse de bola, foi o Baraúnas quem abriu o placar. Em jogada de velocidade, o ala direito Cláudio Ribeiro entrou livre pelo meio e foi derrubado por Biba, que recebeu merecidamente o cartão vermelho.
Na cobrança de falta, o zagueiro Clayton repetiu o que vem fazendo nos treinamentos. Soltou o “canhão” e colou o Baru na frente: 1 a 0. No intervalo da partida, o técnico Miluir Macedo falou aos atletas que seria necessária muita calma para administrar o resultado e conquistar a vaga. Mas aos 16 minutos da segunda etapa, o assitente Almidrovando da Silva Lima validou o gol, que não existiu. A bola não havia ultrapassado a linha do gol, mas a arbitragem erroneamente confirmou. Mas aos 16 minutos da segunda etapa, o assitente Almidrovando da Silva Lima validou o gol, que não existiu. A bola não havia ultrapassado a linha do gol, mas a arbitragem erroneamente confirmou.
A partir daí até aos últimos minutos, a tensão tomou de conta do jogo e aumentou mais ainda quando a partida foi encerrada e a vaga seria decidida nas cobranças de pênatis, já que se repetiu o placar o primeiro jogo.
Cobranças de pênaltis
Há quem diga que pênalti é loteria, mas a prova é os jogadores do Baraúnas treinaram exaustivamente e tiveram aproveitamento de 100%, levando a equipe à classificação.Todas as cobranças do tricolor mostraram frieza e competência dos atletas.
Baraúnas converteu as suas cinco cobranças com Cleiton, Célio, Nildo, Da Silva e Marquinhos. Já o Vitória perdeu uma cobrança através de Álisson, convertendo apenas três com Sandro, Pantico e Jorge Herinque. Essa foi a terceira vez que o Rio Grande do Norte elimina o Vitória da Copa do Brasil. Em 2000, o ABC venceu de 1x0 e 2x1, em 2005, o Baraúnas venceu de 1x0 aqui e 2x1 na Boa Terra e agora 1x1 em Mossoró e 1x1 em Salvador. O próximo adversário do time mossoroense na competição será o Atlético Paranaense
FICHA TÉCNICA
Estádio Manoel Barradas – Barradão
Data: 22 de fevereiro de 2007
Competição: Copa do Brasil
Arbitro: Rogério Lima da Rocha
Auxiliar 1: Almidrovando da Silva Lima
Auxiliar 2: Cleriston Barreto Rios
Público e renda não divulgados
Cartões amarelos: Dida, Jânio, Ânderson, Eduardo e Isaac (Baraúnas); Jean, Jorge Henrique e Cléber (Vitória)
Cartão vermelho: Biba (Vitória)
Gols: Clayton aos 30 minutos do 1º tempo e Marcelo Moreno aos 16 minutos do 2º tempo.
VITÓRIA
Rafael; Apodi, Sandro, Alysson e Jean; Vanderson, Jackson (Pantico), Biba e Cléber (Jorge Henrique) e Marcelo Moreno (Adriano) e Índio.
Técnico: Mauro Fernandes
BARAÚNAS
Dida; Cláudio Ribeiro, Pedrosa, Nildo e Célio; Clayton, Jânio, Jozicley (Eduardo) e Ânderson (Da Silva) e Marquinhos e Marcelo Martinely (Isaac).
Técnico: Miluir Macedo
Freguesia baiana
O time comandado por Miluir Macedo cresceu com a vantagem numérica e no placar. Voltando a explorar os contra-ataques, o Baraúnas desperdiçou boas chances de ampliar. Mas o susto veio aos 41 minutos, o meia Jackson acertou a trave de Dida. “Todo bom goleiro tem que ter sorte também!”
O placar de primeiro tempo, terminou mesmo 1 a 0, Baru.

TERCEIRA VEZ EM 2008

No dia 13 de fevereiro de 2008 o Baraúnas estréia na Copa do Brasil 2008 e esteve duas vezes na frente no placar, mas não conseguiu segurar o resultado e acabou cedendo o empate ao Criciúma em 2 x 2, no Estádio professor Manuel Leonardo Nogueira, em Mossoró – o Nogueirão, na abertura da Copa do Brasil. O jogo foi bastante movimentado. Com o meia Jozicley, o tricolor mossoroense chegou perto em duas oportunidades. Na primeira, ele, ao tentar colocar, acabou atrasando a bola para o goleiro Zé Carlos. Na segunda, o atleta arrematou por cima gol, após passe de Robertinho. O Criciúma respondeu com o "baixinho" Beto, ex-Treze e Fluminense. Ele roubou a bola de Ricardo e chutou colocado na entrada da grande área. O goleiro Paulo Renato teve de se esticar todo para evitar o gol.
Os visitantes voltaram a assustar com Jean Coral. Na entrada da grande área, ele chutou para fora. Com o zagueiro William Amaral. De falta, ele encheu o pé. Bem posicionado, Paulo Renato mandou para escanteio. E novamente com Beto, que cabeceou para o chão. Paulo Renato, mais uma vez, salvou.Mas, aos 42 minutos, brilhou a estrela do atacante Robertinho. Ele foi acionado em profundidade, após ótimo lançamento de Pedrinho, dominou e fuzilou, sem chance de defesa para Zé Carlos. Baraúnas1x0.Na segunda etapa, o jogo continuou em ritmo acelerado. Após saída errada do goleiro Zé Carlos, Jozicley recuperou a bola, avançou e chutou forte. Zé Carlos se redimiu ao tocar a bola na ponta dos dedos, evitando o segundo gol do Baraúnas. O Criciúma reagiu com Beto, porém mais uma vez Paulo Renato salvou o gol numa saída providencial.
Jogando no campo adversário, o Baraúnas criou mais duas boas chances com Jozicley, que errou o alvo, e com Gerailton, que dentro da pequena área completou para fora um belo passe de Jozicley. Outra oportunidade desperdiçada foi de bola parada com Vanvan - que entrou no lugar de Célio -, ao carimbar a barreira.O jogo era franco e o Criciúma buscava o ataque com perigo. O time empatou aos vinte e seis minutos, com Jean Coral. Ele cabeceou. A bola bateu na trave e, na volta, o atacante completou para o gol. O Baraúnas reagiu rápido. Instante após, o tricolor ficou na frente no placar novamente, com o gol de Robertinho. Ele arrematou forte e no alto, após passe de Gerailton, dentro da grande área.
Mas, o Baraúnas não soube valorizar o placar favorável e permitiu muito espaço no meio-de-campo para o adversário criar. Foi fatal. O Criciúma chegou ao empate aos 53 minutos. Marcelo Rosa deu passe açucarado para o ala Wendel vencer Paulo Renato num chute forte e rasteiro.
E a derrota só não aconteceu porque Paulo Renato defendeu um chute forte do atacante Jael e a falta cobrada pelo próprio Jael e pelo zagueiro William Amaral, próximo à meta, por cima da trave.
O tricolor do LEÃO DO OESTE no dia 5 de março de 2008 realizou sua segunda partida pela Copa do Brasil, jogando na cidade de Criciuma, no Estado de Santa Catarina, no estádio Heriberto Hülse e apesar de ter lutado bravamente, mas não conseguiu evitar sua eliminação da Copa do Brasil. O Baraúnas foi derrotado pelo placar de 2 x 0, O tricolor mossoroense começou mal a partida e sofreu o primeiro gol aos 20 minutos. O zagueiro Sílvio Criciúma subiu de cabeça para marcar. A jogada foi questionada pelos jogadores do Baraúnas, que reclamaram de falta de Sílvio, mas a arbitragem validou. O zagueiro Nildo, que era dúvida para a partida por conta de uma lesão na coxa, não resistiu e deixou o campo com apenas 10 minutos de jogo, dando vaga para o meia Pedrinho.
Depois de tomar o gol, o Baraúnas equilibrou o jogo e chegou a empatar através do atacante Gerailton, mas a arbitragem anulou o gol ao marcar impedimento do atleta no lance.
Na segunda etapa, o goleiro Paulo Renato evitou o segundo gol do Criciúma, ao defender pênalti do meia Beto. A intervenção do goleiro animou o time, que foi para o ataque, pressionou, mas pecou na hora da conclusão. Faltando 10 minutos para terminar a partida, o Baraúnas se mandou para frente e deixou a defesa exposta ao contra-ataque. Numa bola roubada, o Criciúma aproveitou os espaços e chegou ao segundo gol, com o ala Reginaldo Araújo, decretando a vitória e sua ultrapassagem de fase na Copa do Brasil. Foi a terceira participação do mais querido em Copa do Brasil, a primeira em 2006, a segunda em 2007 e a terceira em 2008.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PORTAL TERRA POTIGUARES NEWS

PORTAL TERRA POTIGUARES  NEWS
A SUA ENCICLOPÉDIA DIGITAL, COM 15 BLOGS E 1300 LINKS - A MAIOR FOENTE DE INFORMAÇÕES ANTIGAS E ATUAIS DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE, CRIADO A 28 DE DEZEMBRO DE 2008, PELO STPM JOTA MARIA E MEUS FILHOS: JOTAEMESHON WHAKYSHON, JULLYETTH BEZERRA E JOTA JÚNIOR

Quem sou eu

Minha foto
Jose Maria das Chagas, nasci no sítio Picada I. em Mossoró-RN,filho do assuense MANUEL FRANCISCO DAS CHAGAS e da mossoroense LUZIA FRANCISCA DA CONCEIÇÃO, com 14 irmãos. Ingressei nas fileiras da gloriosa e amada Polícia Militar do Rio Grande do Norte no dia II-VII-MCMLXXX com o número 80412. Casei-me em XV-IX- MCMLXXXIII com a apodiense MARIA ELIETE BEZERRA (XXIII-VIII-MCMLXIII), pai de 5 filhos: PATRÍCIA ( NASCIDA A XVII - VIII - MCMLXXXIII FALECIDA EM VIII - XI - MCMLXXXV), JOTAEMESHON WHAKYSHON (I - X - MCMLXXXVI), JACKSHON (FALECIDO) E MARÍLIA JULLYETTH (XXIX - XI - MCMXC).Atualmente convivo com outra apodiense KELLY CRISTINA TORRES (XXVIII-X - MCMLXXVI), pai de JOTA JÚNIOR (XIV - VII - IMM). JÁ PUBLIQUEI TRÊS TRABALHOS: CHIQUINHO GERMANO -A ÚLTIMA LIDERANÇA DOS ANOS 60 DO SERTÃO POTIGUAR, COMARCA DE APODI EM REVISTA e A HISTÓRIA DA COMPANHIA DE POLÍCIA MILITAR DE APODI

PORTAL TERRAS POTIGUARES NEWS

PORTAL TERRAS POTIGUARES  NEWS
O RN PASSA POR AQUI! - COM 15 BLOGS E 1300 LINS. EQUIPE: JOTA MARIA, JOTAEMESHON WHAKYSHON, JULLYETTH BEZERRA E JOTA JÚNIOR

Minha lista de blogs